Quero envelhecer
entre xícaras e pousares: de asas,
de terra, de pó.
Não é entre as colheres que
adoçamos as coisas?
Cadeiras cansadas
mesas e farelos: do pão,
da tinta,
do tempo que corre
pelos campos de arroz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *